Tudo se passou em meados de 2013, quando a vereadora Janaina realizou o pedido de abertura de Comissão Processante em março para apurar denúncias do promotor de justiça Cassio Conserino sobre suposta participação do prefeito Alberto Mourão em esquema fraudulento na negociação de um terreno de 1,3 milhão m², no Parque Estadual Sítio Momboatuba, em 2006. Houve também a participação de cinco munícipes Márcio Gonçalves Teixeira; José Guilherme Pião; Franz Josef Hildinger; Enivaldo da Silva e Cláudio Garcia Aranha formalizando denúncia na Casa contra o chefe do Executivo.
A abertura de comissão processante na Câmara poderia cassar o mandato do prefeito de Praia Grande.

A denúncia já havia sido enviada à Procuradoria-Geral de Justiça. Na época, a vereadora presidia a comissão de Justiça e Redação da Câmara.

“Fiz voto em separado para representar o prefeito criminalmente. Pedi para a presidência encaminhar o meu voto e o relatório para a Procuradoria-Geral. Um jornalista da cidade postou em uma rede social que eu havia engavetado o relatório, questionando a minha idoneidade, dizendo que eu tinha feito voto de mentira. Apresentei requerimento solicitando oficialmente que a Câmara se manifestasse sobre o envio do relatório e não foi aprovado”, afirmou Janaina.

Diante do impasse, Janaina decidiu ingressar com representação no Ministério Público cobrando providências sobre o assunto. Em despacho do último dia 17 de maio, o promotor de Justiça Vinicius Rodrigues França acatou a denúncia da parlamentar e encaminhou ofício ao presidente da Câmara Municipal solicitando a confirmação de remessa do relatório à Procuradoria-Geral de Justiça no prazo de 30 dias.

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) abriu inquérito para investigar possível omissão da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Praia Grande. A ação deve apurar o não atendimento de requerimento apresentado pela vereadora Janaina Ballaris (PT), caracterizando ato de improbidade administrativa. A parlamentar solicitou à presidência do legislativo informações sobre encaminhamento de relatório à Procuradoria-Geral de Justiça, referente a denúncias de supostas práticas de crimes cometidos pelo prefeito Alberto Mourão (PSDB).

Alberto Mourão esta em seu 4 mandato como prefeito de Praia Grande.

Publicado em Política